Mais Médicos leva saúde para 63 milhões de pessoas no Brasil

“Tantas conquistas são motivos de comemoração, mas são frutos de nossa ação conjunta entre os vários níveis da federação, estados e municípios, frutos da cooperação entre o MEC e o Ministério da Saúde que sentaram juntos para encontrar a solução para um problema fundamental e fortalecer o SUS”, disse a presidenta Dilma Rousseff, durante cerimônia de comemoração de dois anos do Mais Médicos, realizada nesta terça-feira (4), no Palácio do Planalto. Durante o evento, foi assinado decreto para a criação do cadastro Nacional de Especialidades, abertura de 3 mil novas vagas de residências e lançamento da plataforma do Programa Mais Médicos (www.maismedicos.gov.br).

Criado para enfrentar o problema histórico da falta de médicos no Brasil e principalmente nas regiões mais carentes, o programa atualmente garante assistência à saúde de 63 milhões de pessoas. “Hoje, dois anos depois de um lançamento ousado, profundamente necessário, que marcou a saúde pública brasileira, um ato de coragem da presidenta Dilma, temos 18.240 médicos atuando em 4.058 municípios brasileiros. Pela primeira vez na história oficial do País, todos os distritos indígenas contam com um médico”, destacou o ministro a Saúde, Arthur Chioro.

O prefeito de Aparecida de Goiânia (GO), Maguito Vilela, lembrou que a criação do programa partiu da reivindicação dos municípios de todo o País e reconheceu o empenho da presidenta em enfrentar as críticas e manter o programa num momento em que era tão questionado.

Compartilhe!